Moana: Um Mar de Aventuras

. 2 Comentários .
In Filme

Olá Girafinhas. Como vocês estão? Eu? Estou me curando de uma gripe que estragou qualquer descanso do carnaval. Mudando um pouco de assunto. Não acredito que demorei tanto para assistir Moana, na verdade nem iria ver-lo nesse dias, mas minha irmã pediu para ver comigo. Esse filme foi uma surpresa boa e estou até agora deslumbrada com a fotografia da produção.

Título: Moana: Um Mar de Aventuras
Diretores:John Musker, Ron Clements
Ano: 2017
Duração: 1h47min
País: EUA
Gênero: Animação, Aventura, Família
Sinopse: Moana Waialiki é uma corajosa jovem, filha do chefe de uma tribo na Oceania, vinda de uma longa linhagem de navegadores. Querendo descobrir mais sobre seu passado e ajudar a família, ela resolve partir em busca de seus ancestrais, habitantes de uma ilha mítica que ninguém sabe onde é. Acompanhada pelo lendário semideus Maui, Moana começa sua jornada em mar aberto, onde enfrenta terríveis criaturas marinhas e descobre histórias do submundo.

 

A cada produção da Disney me cativo mais pelo estúdio. Principalmente pela maneira como ele se modernizou, fugindo dos padrões e trazendo personagens que representam uma minoria. Em Moana, a produção explorar uma cultura exótica, com personagens fora dos padrões. Fica até difícil numerar o que gostei nesse filme, pois foram tantas coisas, porém tentarei. Inicialmente, a fotografia, por se tratar de um cenário tropical, era impossível não ficar deslumbrado com a vista do mar. Além disso, a personagem principal era tão independente e corajosa. Moana podia ter auxilio do Maui, mas não ficava esperando ser salva por ele. 

 

Não sou chegada a musicais, mas posso dizer que gostei das musicas tocadas no decorrer da trama. Assim como, amei aquela mensagem de que não devemos desistir dos nossos sonhos. Sei que é uma mensagem bem comum, mas é sempre necessária. Fora que fui contagiada pelo espirito de aventura e embora seja uma narrativa simples, fiquei envolvida com a trama. 

Moana Waialiki é filha do chefe de uma tribo e logo se tornaria sua sucessora. A garota desde pequena tinha um certo fascínio pelo mar e queria se aventurar por ele. Porém seu  desejo era interrompido pelo pai que para protege-la a proibia de se aproximar do oceano.  A vó de Moana, dividia o amor pelo mar com a neta e lhe contava lendas sobre Deuses e Semi-Deuses. Uma das lendas falava sobre Maui um Semi-Deus audacioso que roubou o coração da Deusas da criação, Te Titi. Porém, perdeu o coração quando teve que enfrentar Te Ka, além de perder o seu poderoso anzol que lhe dava o poder de mudar de forma.  Além disso, como consequência de sua ação, espalhou a destruição do mundo.  No entanto, Moana , agora crescida, descobre que foi escolhida pelo mar para reencontrar Maui e devolver o coração para Te Titi. 

O que falar de uma personagem que gostei tanto? Moana sempre teve aquela vontade de se aventurar além dos corais, mas essa vontade foi silenciada pela proteção do seu pai. Até que nossa mocinha foi escolhida pelo mar para devolver o coração para Te Tite e restaurar a vida. Mesmo nunca tendo navegado na vida, não deu o braço a torcer e com muita coragem embarcou na aventura. Moana é independente, forte e destemida, encarava os problemas sem fraquejar. 

O semi-deus Maui é um personagem narcisista e arrogante. Porém, no decorrer da historia podemos conhecer-lo melhor e saber sua origem. Ele não levava a sério a Moana, mas logo fica convencido de ela é uma verdadeira heroína. Gostei do fato na historia não ter ido para o romance e sim na linha da amizade, pois já estou saturada disso nos filmes. A cumplicidade foi bem explorada e os dois puderam ajudar um ao outro.

Moana também não seguiu a linha humorada, tirando algumas cenas engraçadas com o galinho, o humor acabou por segundo plano. Agora assim, o espirito de aventura foi contagiante. Toda jornada dos principais e a maneira como enfrentaram tudo, foi bem desenvolvidos. E quando terminamos ficamos com aquela saudade. 

Conclusão

Moana é um filme que foge dos padrões e nos trás uma heroína forte e independente. Uma produção que não tem apenas uma fotografia maravilhosa como uma seleção de musicas incríveis. Olha que não sou chegada a musicais, pois acho que quebram a narrativa, mas em Moana não senti isso. Além disso, foi contagiada pelo espirito de aventura e gostei da maneira como a protagonista enfrentou os desafios. 

Nota

 

You Might Also Like

2 Comments

  • Reply
    Giulliana
    março 3, 2017 at 8:52 pm

    Ai, quando fala de moana meu coração chega até dá uns negócios. Eu vou ser bem sincera, eu sou o tipo de pessoa que quando falam sobre filmes de animação da Disney, sou a primeira a chegar na fila, independente de qual seja o enredo do filme, eu nem leio nada. Com Moana foi a mesma coisa …. A diferença é que Moana entrou oficialmente como meu 2º Filme favorito de animação, perdendo apenas para Cinderela. Sério como você disse é um filme que foge dos padrões, eu amei tanto as músicas, chorei muito, e gente nunca vou superar.

    Pessoas que vão ler esse comentário: ASSISTAM MOANA, É LINDO E MARAVILHOSO SIM!
    Beijos ♡♡

  • Reply
    Krol Hime
    março 3, 2017 at 8:43 pm

    Nossa parece incrível… infelizmente não tive a oportunidade de assistir, mas assim que eu tiver tempo e achar disponível vou ver <3

    otimo fds

    Kissu :***

  • Leave a Reply