Resenha: Lion – Uma Jornada Para Casa

. 1 Comentários .
In Filme

.Olá Girafinhas

Estou na  metade da  minha primeira semana de férias e por incrível que pareça até sinto falta do cursinho… Enfim, assisti Lion – Uma Jornada Para Casa no Domingo e só agora pude resenhar-lo. Desde que vi um artigo sobre esse filme tinha ficado bastante curiosa para conferi-lo, mas só agora e graças a Netflix que finalmente pude assisti-lo. (Netflix salva o dia mais uma vez). Confesso que tive altas expectativas que não foram alcançadas por ele. Talvez tenha superestimado demais a história, mas a verdade é que não fiquei de toda satisfeita. Mesmo assim ainda é uma produção que vale a pena dar uma chance nessas férias.

Nome: Lion – Uma Jornada Para Casa

Diretor: Garth Davis

Roteiro:

País: EUA, Austrália, Reino Unido

Ano: 2017

Duração: 1h58min

Gênero: Biografia, Drama, Aventura

Sinopse: Quando tinha apenas cinco anos, o indiano Saroo (Dev Patel) se perdeu do irmão numa estação de trem de Calcutá e enfrentou grandes desafios para sobreviver sozinho até de ser adotado por uma família australiana. Incapaz de superar o que aconteceu, aos 25 anos ele decide buscar uma forma de reencontrar sua família biológica.

 

Lion – Uma Jornada Para Casa dividiu minha opinião, por um lado achei uma produção em tanto, pelo outro senti que faltou algo. As primeiras horas na minha opinião foram o ponto alta da trama, isso porque teve um bom desenvolvimento e o fato de focar na infância de Saroo até chegar aos pais adotivos foi bem tocante. Sem falar na atuação do ator mirim que me deixou bem impressionada. A fotografia conseguiu me transportar para aquele lugar e pela maneira que se seguia as cenas consegui sentir o mesmo que o principal. Digo, a cena em que Saroo se perde dar aquela angústia de estar perdido e por conta disso é impossível não sentir empatia por ele. Até porque, se trata de uma criança perdida, uma criança que não sabe se um dia irá ver sua família de novo.

Saroo é uma criança de origem humilde, para ajudar sua mãe ele e seu irmão mais velho fazem alguns trabalhos. Em um certo dia, o garoto insiste em acompanhar o irmão em um trabalho noturno. No entanto, adormece e quando acorda já estar sozinho em uma estação de trem. Após entrar em um dos vagões acaba ficando preso, conseguindo sair apenas quando o trem chega em uma outra cidade. Perdido, Saroo é encontrado pela assistência social da Índia e de lá é adotado por uma família Australiana. Agora crescido, decide ir atrás da sua família verdadeira.

Lion - Uma Jornada Para Casa

Na primeira metade do filme, somos apresentados a infância de Saroo desde da Índia até sua chegada a Austrália  com sua nova família. Começando pelos pequenos trabalhos do garoto ao lado de seu irmão mais velho. Mesmo que fosse pequeninho, ainda assim, dava duro para ajudar sua família. Achei muito legal a admiração e companheirismo que tinha pelo irmão. Enfim, depois que se perde do irmão em uma estação de trem, Saroo tem de passar por alguns desafios, entre eles não saber falar a língua da cidade onde se encontra, assim como ninguém conhece a região onde vivia. Tendo que se virar sozinho na rua, o garoto acaba sendo levado para um orfanato e de lá é enviado para uma nova família.

Os novos pais de Saroo o recebe de braços aberto e todo aquele momento difícil foi quase deixado para trás. Agora ele pode se sentir uma criança normal e depois de um ano ganha um irmão adotivo que possui vários traumas. Já com 25 anos, Saroo continua apegado ao seu passado e após uma ideia de seu amigo, ele resolve procurar seu lar.  Usando como ferramente o Google Maps, tenta resolver um quebra cabeça por meio de suas memorias de infância.

Lion – Uma Jornada Para Casa é uma produção biográfica, o que dar um ar mais realista a história. A história tem um bom desenvolvimento e a atuação foi feita com maestria, principalmente o ator mirim que roubou meu coração. Porém não sei se foi as minhas expectativas que estavam lá em cima, mas não fiquei muito satisfeita com a maneira que se seguiu a trama perto do final. Sentia como se não correspondesse  ao nível que foi o começo da história. O final foi me deixou bem emocionada e há algumas revelações um tanto inusitadas, como a do título, enquanto assistia ficava me perguntando o porque do Lion do título se até em então não tinha nada haver, mas… (Terão que assistir para descobri).

 

Conclusão

 

Lion – Uma Jornada Para Casa é um filme tocante que conta a história de um personagem cativante. A cada filme que vejo percebo o quanto os atores mirins estão se destacando e nessa produção não foi diferente. Como havia dito antes, fui conquistada por Saroo na fase da infância, sua fofura e maturidade. Isso seria motivo o bastante para indicar esse filme para alguém. No entanto, não é apenas isso, a história em si é interessante e por ser uma biografia trás mais realismo para trama. Embora não tenha alcançado minhas expectativas, ainda assim, foi uma produção em tanto que merece sua atenção.

Nota


You Might Also Like

1 Comment

  • Reply
    Diovana Cougo de Vargas
    agosto 19, 2017 at 5:49 pm

    Eu amei esse filme, a história dele é tão tocante e nos faz refletir tanto que meu deus. Impossível não chorar com as cenas super emocionantes que o filme tem. Indico pra todo mundo porque é um grande filme

    Beijos,
    Pinguimtagarela.blogspot.com.br

  • Leave a Reply