Show do Asian Kung Fu Generation em Fortaleza ( Um Sonho Realizado)

. 0 Comentários .

 

Olá Girafinhas

Sabe quando a ficha ainda não caiu e você fica se perguntando se aquilo realmente aconteceu ou se foi apenas um sonho? Sei que esse post não vai ganhar muitas visualizações, talvez nenhuma, mas preciso falar sobre esse dia especial. Dessa forma, a ficha possa cair de vez e finalmente perceber que sim, aquele sonho que tinha há 7 anos foi realizado. Ir ao show de Asian Kung Fu Generation era algo meio que improvável para mim, tão improvável que até mesmo minutos antes de começar, ainda me surgia aqueles pensamentos negativos de que não iria ocorrer, mas no fim aconteceu e no fim  me apaixonei mais ainda pela banda e por Masafumi Gotoh (vocalista).

“Ah, longe, muito longe Sem nem mesmo ter um motivo, somente continue impacientemente.” – Blue Train

Todo mundo já teve seus problemas na fase da puberdade, aquele momento de não aceitação deve ter passado na sua cabeça pelo menos uma vez nessa época. Não minto, essa foi uma fase difícil para mim, era introvertida, esquisita e dificilmente me sentia incluída. Sofria com a insegurança em mim mesma e não tinha com quem contar. Por que estou contando isso? Porque enquanto passava por momentos que aparentemente eram difíceis para mim naquela época, havia somente uma coisa, ou melhor, banda que me entendia e que servia de consolo para mim.

“A chuva de verão reflete meu coração: será que algum dia pararemos de chorar? A garoa que gentilmente acaricia nossa face lava nossa rotina com violência” – Mustang

Pode parecer estupidez de fã, mas sentia que as letras eram escritas para mim e que de alguma forma eles entendiam o que sentia. Assistia as Lives dos seus show com aquela inveja dos felizardos que tiveram essa honra e me perguntava, será que um dia terei essa sorte? Era uma garota na base dos 11 anos e sonhava alto, mesmo assim era conformada de que esse dia “nunca” chegaria, mas chegou… Fazia planos malucos para no futuro consegui ir para o Japão e assisti ao show deles. Engraçado que me amigo dizia. “Até lá a banda irá acabar e o que você irá fazer?”, hoje pude dizer a ele que não precisei desses planos.

“Antes que seus desejos comecem a derreter
Eu vou pegar quantos desejos eu puder
Se eles não se realizarem, se você não voltar
Não alcançar seu sonho ou as memórias abatidas, na sombra dos dias” – Entrance ( Minha favorita – Infelizmente eles não cantaram)

Enfim chegarei ao que realmente interessa, o show. Vocês não sabem o quanto fiquei feliz quando eles começaram a cantar minhas musicas favoritas, havia uma ou duas novas que não conhecia, mas mesmo assim pulei e acenei como uma doida. Masafumi Gotoh, vocalista, aprendeu português e falou com a gente e até tentou ensinar a cantar uma parte do Rewrite. Não sei explicar o quanto ele foi atencioso com o público e isso me fez admira-lo mais ainda.

“Seu coração está espalhado por aí, eu entendo isso
Mas não rejeite quem você era naquele dia distorcido” – Understand ( Melhor musica para aqueles momentos)

Me entristece muito saber que a maioria das pessoas ali nem sabia quem era banda. Por ser um evento de cultura Geek, a maioria estava lá por causa da banda que cantou a abertura do Naruto e não para ver o Asian Kung Fu Generation. Isso não importava muito, mas a maneira como eles os trataram foi com desdenha e falta de educação. Uma pena, afinal eles nos trataram tão bem. Até meu outro amigo que foi comigo, não conhecia a banda, mas ficou encantado com eles e quer conhecer mais sobre a banda.

“O mundo muda com o poder da minha imaginação e a amplificação dos circuitos elétricos” – Atarashii no Sekai

 

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply