Autora

Chamo-me Ana Letícia tenho 18 anos e acabei de terminar o ensino médio e por enquanto estou a deriva nessa imensidão de incerteza (Profundo, hem?). Sou blogueira há 4 anos e esse é o meu terceiro Blog, tive que desistir dos anteriores por motivos pessoais ( Iriei explicar melhor futuramente). Sou péssima em descrição, principalmente quando é sobre mim,  na verdade acredito ter uma personalidade assimétrica, ou seja, é até difícil de explicar… Um pouco introvertida, adoro fazer piadas sobre meus infortunos, além  de  enfrentar os problemas com otimismo, isto é quando não estou naqueles dias (rsrs). Sincera, dificilmente escondo o que sinto, alias já disse que sou de Aries? Em falar nisso, odeio quando só falam mau do meu signo, gente arianos são legais, pode acreditar.

Sou Geek e admiradora  da cultura asiática, além disso,tenho um gosto antiquado para musica, já que, amo MPB e algumas musiquinhas dos anos 80 e 90. Viciada em Doramas, não é de admirar que também sou Kpopper, assim como, amo cinema e vivo em um triangulo amoroso, entre o cinema e o dinheiro, esse triangulo ta mais difícil do que em novela, viu?

Também sou uma leitora compulsiva, seja de livros, revistas, outros blogs e até mesmo panfletinhos, o importante é está lendo alguma coisa. Posso dizer que sou um pouco bipolar quando se trata de livros, até porque, tem vezes que leio 500 paginas em dois dias  como também tem vezes que demoro quase um mês para ler um livro de 100 paginas, sem falar que se não gostar do livro, nem termino, como foi o caso do A Maldição do Tigre e do Desafio, desculpa os fãs, mas não sei o motivo, só não consegui terminar esses livros e falta de tentativa não foi. Por outro lado, meus favoritos são Orgulho e Preconceito, Jogos Vorazes, O Guia do Mochileiro das Galáxias e Dom Casmurro. 

Criativa, amo desenhar, escrever e modelar biscuit. Nas horas vagas (ou quando a aula está chata), rabisco meu caderno com qualquer desenho que me vier a mente, além das vezes que me pego imaginando uma historia qualquer que logo tento passar para o papel. Para minha futura profissão quero ser desenhista gráfica e quem sabe trabalhar na Pixar? Sei que tenho que ralar muito, mas não vou desistir desse sonho.