5-filmes-coreanos-para-assistir-nas-ferias
in Lista

5 Filmes coreanos para assistir nas férias.

at
 
 
 
 

Férias estão ai e adivinha o que vem com elas? Sim, o tédio! Para matar-lo que tal conferi uma listinha de filmes coreanos bem legais para passar o tempo? Não gosta de filme coreano? Sabe muita gente tem um certo preconceito com produções asiáticas, por achar que todas vão ter kung-fu, atuação ruim e efeitos especiais tosco, mas a verdade é bem oposta a isso, tem muito filme bom e bem produzido, não é atoa que essas produções estão ganhando cada vez mais espaço. Por isso dê uma chance vai? Não custa nada!

 

 

Train to Busan ou Invasão Zumbi (Como sempre os brasileiros “capricham” nas traduções), ainda não assisti o filme, na verdade estou esperando vim para os cinemas daqui, dessa forma posso dar uma forcinha ao cinema sul-coreano. Como apenas vi um vídeo que contava mais ou menos o que acontece até a metade do filme, posso dizer que a primeira impressão é boa, pois os efeitos especiais estão bem feitos e a atuação não deixa a desejar, não é para menos, já que temos Gong Yoo (Nosso Goblin) como principal. Espero poder trazer uma resenha positiva quando for assistir próxima semana e assim que ela sair, coloco o link nesse post. Resenha Aqui

Sinopse: Em um trem de alta velocidade com destino à cidade de Busan, um vírus que transforma as pessoas em zumbis, se espalha. A cidade conseguiu com sucesso se defender da epidemia, mas agora eles devem lutar pelas suas sobrevivências.

Saindo do Terror e indo para comédia, a próxima indicação é Twenty, um dos filmes mais engraçado que já vi. A historia foca na vida dos jovens assim que eles terminam a escola (Eu!), para isso ele trás três amigos que escolheram caminhos diferentes, um foi para faculdade, outro foi trabalhar e por ultimo o que resolveu fazer nada da vida. Incrível como eles conseguiram fazer personalidades tão distintas ficassem unidas, não é preciso dizer que esse trio junto arrancou muita risada. Um das coisas que mais gostei é que o roteiro conseguiu trabalhar com problemas do cotidiano de uma forma humorada e mesmo assim não ficou uma coisa boba e sem noção que estamos acostumados em algumas comédias, pelo contrário tinha uma historia bem construída.

Sinopse: Chi-Ho (Kim Woo-Bin), Dong-Woo (Lee Joon-Ho) e Gyung-Jae (Kang Ha-Neul) são amigos desde o colegial. Agora, todos eles estão com 20 anos e possuem um grande futuro. Chi-Ho namora So-Min (Jung So-Min), mas só pensa em cortejar outras mulheres. Um acidente leva Chi-Ho a passar um tempo com a aspirante a atriz Eun-Hye (Jung Joo-Yeon). Dong-Woo quer trabalhar como um artista de quadrinhos, mas a má situação financeira de sua família faz com que ele tenha vários empregos. So-Hee (Lee Yoo-Bi) é a irmã mais nova de Kyung-Jae e ela simplesmente adora Dong-Woo. Gyung-Jae é um calouro na faculdade. Ele espera conseguir um emprego em uma grande corporação. Gyung-Jae, em seguida, encontra uma veterana, Jin-Joo (Min Hyo-Rin), por quem ele acaba se apaixonando.

Próximo filme é Pure Love, foi um dos mais recentes que assisti e a historia tem uma mistura de romance, drama e um pouquinho de comédia. O filme se passa em uma pequena aldeia e temos como principais um grupo de amigos, uma deles é Soo Ok que é deficiente de uma das pernas e  por isso anda com dificuldade e nunca saiu da aldeia. No desenvolvimento da historia, os cincos amigos passam por pequenas aventuras,além de ter algumas cenas fofas entre Soo Ok e Beom Shil. Já vou logo avisando que o final irá te fazer chorar ou no minimo te dar um nó na garganta, pois tem certo acontecimento que é de cortar o coração. Gostei da forma de como eles mostraram a amizade e o romance foi bem leve.

Sinopse: Em um programa de rádio ao vivo, uma carta do passado de 23 anos atrás chega. Através dessa carta, o primeiro amor e a amizade de 5 amigos é revelada.

Agora chegou a vez de falar do meu favorito, Sunny, já assisti seis vezes e pretendo ver mais algumas. É um filme que tanto me fez gargalhar quanto me fez chorar. O roteiro é bem elaborado e conseguiu nos fazer refletir sobre nossas vidas e como o tempo separa os amigos e muda nossos sonhos.  A historia é dividida entre os anos 80 e os dias atuais, focando em um grupo de amigas chamados Sunny. Cada membro tem uma personalidade diferente e juntas elas passam o tempo se divertindo e brigando com a gangue rival , adorei como eles fizeram o reencontro e como o lanço delas não mudaram mesmo que tenham ficado tanto tempo separadas.

Sinopse: Im Na Mi é uma mulher, que aparentemente tem uma vida perfeita. Casada com um marido bem sucedido e tem uma filha bonita. Mas ainda assim, sente que algo em sua vida está faltando. Um dia, Na Mi vai ao hospital para visitar sua mãe e acaba se encontrando com Ha Chun Hwa, uma velha amiga do ensino médio. Na Mi descobre que essa amiga só tem pouco tempo de vida. Então, ela pergunta se há algo que ela poderia fazer por Chun Hwa, primeiramente, Chun Hwa diz que não, mas depois ela diz que gostaria de reencontrar “Sunny” antes de morrer. Quem ou o que seria “Sunny”? Por que Chun Hwa quer reencontrar “Sunny”?

Por ultimo temos The Techinicans, um filme para quem  gosta de truques e de ser enganado com um roteiro bem elaborado. A historia segue três vigaristas que foram contratados por um homem rico para roubar dinheiro do cofre do Governo coreano. Sou até suspeita para falar sobre esse filme, porque amo  historias com vigaristas, pois o roteiro é inteligente e tem coisas que a faz a gente questionar “Como eles pensaram nisso?”, além é claro que sempre terminamos sendo surpreendido ou melhor dizendo, enganados!

Sinopse:Ji- Hyeok (Kim Woo- Bin) é um arrombador e falsificador de elite . Ele trabalha com Koo -In (Ko Chang- Seok) que apresenta pra ele o hacker de elite Jong- Bae (Lee Hyun-Woo) . Há rumores de que Jong- Bae traiu outros parceiros em seu passado, no entanto, o trio decidem trabalhar juntos para roubar diamantes valiosos que estão dentro de um cofre secreto numa loja de joias. A joalheria é de propriedade da Presidente Jo (Kim Young- Chul). Enquanto isso , o presidente Jo está em busca de um arrombador elite para ajudá -lo a roubar milhões de dólares guardados dentro de uma área do governo dentro do porto de Incheon na Coreia do Sul.

As sinopses foram retirados dos sites: Adorocinema, Subarashiis, Dopeka.
 

Gostou de algum? Comentem o que acharam e se tem um outro filme para indicar.

5-filmes-de-epoca-para-se-apaixonar
in Lista

5 Filmes de Época para se apaixonar

at

Hoje trago uma listinha dos meus 5 filmes de época favoritos que creio eu que se você é fã do gênero irá se apaixonar por eles. Sou fanática por qualquer produção que tenham como foco historia, não sei dizer o que mais me atrai, se é o enredo envolvente, o romance puro ou o cenário junto com os figurinos. Enfim, a dúvida pode continuar, mas a verdade é que continuarei apaixonada por essas produções.

 

 

Como primeira indicação trago Orgulho e Preconceito, pois tanto o livro quanto o filme conseguiu garantir um lugar no meu coração. Para ser sincera, assisti o filme primeiro e por ter gostado tanto da historia fui logo atrás do livro para ler (Além de ter recomendado-o para Deus e o Mundo).  A personagem Lizzy é bem a frente do seu tempo, possui opinião própria e não tem medo de expor o que pensa, levando em consideração a época em que o livro foi escrito, na qual mulher era apenas para obedecer Pai e Marido, Lizzy demonstra ser uma personagem forte e destemida, mas não podemos esquecer que as vezes era cabeça dura. Outro personagem que não posso deixar de citar é Darcy, um verdadeiro sonho, no começo temos uma primeira impressão equivocada, mas logo vemos o seu verdadeiro eu. Só para constar odiei o filme Orgulho, Preconceito e Zumbi, se eu fosse a Jane teria me revirado no tumulo.
 
Sinopse:Inglaterra, 1797. As cinco irmãs Bennet – Elizabeth (Keira Knightley), Jane (Rosamund Pike), Lydia (Jena Malone), Mary (Talulah Riley) e Kitty (Carey Mulligan) – foram criadas por uma mãe (Brenda Blethyn) que tinha fixação em lhes encontrar maridos que garantissem seu futuro. Porém Elizabeth deseja ter uma vida mais ampla do que apenas se dedicar ao marido, sendo apoiada pelo pai (Donald Sutherland). Quando o sr. Bingley (Simon Woods), um solteiro rico, passa a morar em uma mansão vizinha, as irmãs logo ficam agitadas. Jane logo parece que conquistará o coração do novo vizinho, enquanto que Elizabeth conhece o bonito e esnobe sr. Darcy (Matthew Macfadyen). Os encontros entre Elizabeth e Darcy passam a ser cada vez mais constantes, apesar deles sempre discutirem.
 
 

Para quem é fã das obras de Jane Austen, com certeza deve conferir Amor e Inocência, uma adaptação inspirada na biografia da autora. O roteiro foca bem na época em que Jane viveu um grande amor que infelizmente não teve um final feliz, mas que lhe ajudou a escrever suas eternas obras, principalmente o meu favorito Orgulho e Preconceito. A historia é bonita, além de ter um equilíbrio entre cenas divertidas e drama, mas já vou avisando que como na vida da autora, o final não é um “Felizes para sempre”, no entanto é lindo e emocionante.Com certeza é um filme que marcou a minha memoria.

Sinopse:1795. Jane Austen (Anne Hathaway) tem 20 anos e começa a se destacar como uma escritora. Enquanto ela está mais interessada em desvendar o mundo, seus pais querem que ela logo se case com um homem rico, que possa assegurar seu status perante a sociedade. O principal candidato é o sr. Wisley (Laurence Fox), neto da aristocrata Lady Gresham (Maggie Smith), mas Jane se interessa é pelo malandro Tom Lefroy (James McAvoy), cuja inteligência e arrogância a provocam.

 

Um filme para quem gosta de História, Juventudes Roubadas tem como enredo a Primeira Guerra Mundial e mostrou com fidelidade o acontecimento, haja visto que se trata de uma obra Biografia da escritora Vera Brittain. Ela aos 17 anos ver seu irmão e seu amado se alistarem no exercito na Grande Guerra. Não querendo ficar de mãos atadas, decide ajudar tornando-se uma enfermeira volutaria e lá ela percebe  quantos sonhos foram perdidos no conflito. O romance acontece de forma doce e bem a moda antiga, já que os pombinhos trocam cartas (Adoro isso) , além disso o filme mostra o efeito da Guerra na vida das pessoas.

Sinopse: Vera Brittain (Alicia Vikander) relembra sua dura juventude durante a Primeira Guerra Mundial, quando, aos 17 anos, vivenciou a perda e o luto de seus amigos em seu ofício voluntário de enfermeira.

 

Jane Erye é um romance gótico bem diferente dos demais, o enredo tem aquele ar obscuro que é o mais atraente nessa temática gótica. O que mais gostei na história é que ela crítica um pouco aquela visão de que os finais felizes precisam de casamentos (A indireta da autora foi bem direta a Jane Austen), além disso no enredo existe um equilíbrio entre os mistérios da trama e o romance dos protagonistas. Muitas pessoas não gostaram do final do filme, adivinha quem gostou? Sim, euzinha, achei um final feliz sim, mas que foi feliz nos modos da autora e pelo menos eu achei um pouquinho romântico.

Sinopse:Jane Eyre é uma menina órfã que vive com sua tia, a sra. Reed, e seus primos, que sempre a maltratam. Até que, cansada do convívio forçado com a sobrinha de seu falecido esposo, a mulher envia Jane a um colégio para moças, onde ela cresce e se torna professora. Com o tempo, cresce nela a vontade de expandir seus horizontes. Ela põe um anúncio no jornal em busca de trabalho como governanta. O anúncio é respondido pela senhora Fairfax, e Jane parte do colégio para trabalhar em Thornfield Hall. Lá, ela conhece seu patrão, o sr. Rochester, um homem brusco e sombrio, por quem se apaixona. Mas um grande segredo do passado se interpõe entre eles.

Por ultimo e não menos importante trago Somewhere Only We Know, um filme chinês, estrelado por Kris Wu (Ex-membro do EXO T^T). Bem, sei que a historia não é necessariamente de época, mas parte dela se passar no período da Segundo Guerra Mundial (Relaxa, não tem nenhum saldado na guerra). Enfim, esse filme teve um dos finais mais lindos que já vi e recomendo você assisti-lo com alguém especial, se você esperar os créditos passarem irá entender bem o que estou dizendo. É um filme que tem um pouco dos dias atuais e uma personagem bem divertida, também não posso esconder que tem uma carga de drama, mas qual filme de romance não tem?

Sinopse: O filme narra a história de uma mulher, JinTian, que está vivendo a fase mais difícil de sua vida, pois seu marido pediu divórcio e a sua querida avó faleceu. Após esses acontecimentos, ela visita Praga na Europa, cidade em que sua avó um dia morou, para curar seu coração partido e acaba conhecendo ZeYang. Em Praga, aos poucos ela vai descobrindo mais sobre a vida de sua amada avó.

E ai, gosta de filmes de época? Tem algum para me indicar ou quer comentar o que achou? Deixe seu comentário irei adorar lê-lo.

Obs: As sinopses no post foram tiradas do Adorocinema, Skoob, Filmow
resenha-moon-lovers-scarlet-heart-ryeo
in Dorama

Resenha: Moon Lovers Scarlet Heart Ryeo

at
 
 

Primeira postagem do blog e como estreia resolvi resenhar Moon Lovers Scarlet Heart Ryeo, já que,não aguentava mais para escrever sobre ele e como não queria fazer o mesmo feijão com arroz e usar o primeiro post para me apresentar, decidi começar com uma resenha, afinal é um dos assuntos que mais irei abordar no Meio Assimétrica. Bem, chega de enrolação! O que dizer sobre esse Drama? Foi para mim a melhor surpresa do ano, para ser sincera, comecei assisti-lo com o pé atrás, pois achava que seria mais um daqueles clichês, onde todos os caras se apaixonavam pela a protagonista bobinha, no entanto, ao decorrer da trama, percebi que estava completamente enganada…

Nome: Moon Lovers Scarlet Heart Ryeo
País: Coreia do Sul
Ano: 2016
Numero de capitulo: 20
Gênero: Drama, Romance. Histórico, Fantasia, Ação.
Nota: 9,5
Sinopse: A história se passa no início dos anos de regime Goryeo. Go Ha Jin, uma menina de 25 anos de idade, da era moderna que foi transportada de volta para a dinastia Goryeo e ficou presa nos conflitos e lutas entre príncipes da Casa de Wang. Lá, ela se apaixona por Wang So, aquele que faz as outras pessoas tremerem de medo. (Sinopse tirado do Filmow)

Como havia dito no começo, comecei um pouco com o pé atrás, foi preciso apenas um capítulo ou para não dizerem que estou exagerando dois capítulos, para ver que esse dorama seria completamente diferente do que estava pensando. O Drama começa de uma forma leve e até então divertida, mas ao decorrer da trama foi ganhando um aspecto mais maduro, cheio de emoção, que com certeza contagiou todos que lhe assistiram. Os personagens foram bem desenvolvidos e a medida que se passavam os capítulos, se transformavam com o tempo, alguns se tornaram melhor e outros nem tanto assim.

Uma das coisas que mais gostei, além do romance e das cenas de ação bem elaboradas, foi a forma como mostraram que a obsessão pelo trono pode transformar alguém por completo, ao ponto de se voltar contra pessoas que até então você convivia. Se fosse colocar um defeito, seria o fato de que em algumas partes senti que aceleraram demais, poxa as vezes se passavam anos e algumas coisas ficaram ocultas, não que tenha perdido o sentido, mas que gostaria de ver o desenvolvimento melhor do romance entre Hae Soo e Wang So, sei que para isso era necessário aumentar os capítulos (O que não seria um problema para mim).

 

 

 

Go Ha Jin (IU – Dream High) é uma jovem de 25 anos que está passando por um momento difícil, foi traída e largada cheia de dividas pelo namorado e pela melhor amiga. Sua vida começa a mudar, quando vai salvar uma criança que está se afogando no rio, e é transportada para uma nova Era, Goryeo. Ela agora está no corpo de uma nobre jovem de mesma aparência chamada Hae Soo de 16 anos. Go Ha Jin ou melhor Hae Soo, aproveita essa chance para recomeçar e tenta se adaptar a sua nova realidade, mas as coisas complicam, quando ela começa a conviver com os príncipes e perceber que a ganância e a busca pelo poder do trono pode separar irmãos.

 

 

 

De todas as personagens acho que Hae Soo foi uma das que mais gostei, certo que as vezes senti raiva de certas atitudes dela, mas consigo entender os seus motivos. No começo, a personagem era um pouco inconsequente e não tinha papa na língua, além de não baixar a cabeça nem para os superiores. A relação dela com os príncipes, era mais como família, ela se preocupava com eles e buscava manter a “paz” do grupo. Acho que de todos os personagens que já vi em minha vida de Dorameira, essa com certeza, foi uma que teve um maior amadurecimento no decorrer da trama, além de conseguir se adaptar a qualquer coisa que lhe era imposto. Também tenho que destacar a atuação da IU que nesse drama estava impecável, ela conseguiu conduzir bem a personagem de uma forma bem realista.

 

 

O 4° Príncipe Wang So (Lee Joon Gi – Two Week’s), por incrível que pareça, eu consegui me identificar com a dor dele, não que esteja passando pelo mesmo, mas de alguma forma senti empatia por ele. Um personagem que não tem apenas uma cicatriz no rosto como também na alma (Filosofei), quando criança foi levado para outro reino como refém e cresceu amargo em relação aos outros. Devido ao seu temperamento é temido por todos, além de existir vários boatos sobre ele. Ele decide voltar para o palácio e uma das coisas que ele mais quer é um pouco de atenção materna. Wang So por mais que quisesse o amor da mãe malvada, ele sempre se manteve no lado que achasse mais correto, além disso, seu jeito mau encarado muda ao conhecer Hae Soo ao ponto dele querer ser uma pessoa melhor por conta dela. Sabe Wang So também tomou decisões que não me agradaram, principalmente perto do final, mas quando colocamos na balança, as vezes que ele conquistou nosso coração, dar até para reconsiderar.

 

O 8° Príncipe Wang Wook ( Ha Neul – Twenty), marido de Lady Hae, prima de Hae Soo, ele deixa a jovem viver com eles a pedido da esposa. De boa aparência e modos de um cavalheiro, ele tem o respeito por todos a sua volta (O tipico perfeitinho), quando percebe a mudança na jovem Hae Soo, ele aos poucos vai se apaixonando por ela e a nossa mocinha por ele. Estaria mentido se dissesse que não tinha shippado os dois no começo, para ser sincera achei que a forma deles se apaixonaram, foi melhor desenvolvida que a dela e Wang So (Embora eu a prefira com ele), sabe tudo foi tão fofo e de uma forma tão simples. Porém nem tudo na vida é flores, o 8° Príncipe como qualquer ser humano tem defeitos e um deles é a covardia, já que, ele age por trás dos panos na sua busca por poder, senti muita raiva dele e vontade de entrar na historia e dizer, “Acorda! Ela não vai gostar de tu assim, querido…”

 

O 3° Príncipe Wang Yo (Hong Jong Hyun – Her Lovely Heels), filho da mesma mãe que Wang So, ele é a esperança da malvada de virar rainha mãe. Da mesma forma que a mãe não trata bem o 4° Príncipe, ele também faz descaso do irmão. Wang Yo estava tão determinado em virar rei pela mãe, que esqueceu de se pergunta se isso era o que ele queria. Para mim ele foi também uma vítima da mãe, por que as coisas que ele fazia eram arquitetadas por ela.

 

 

O 10° Príncipe Wang Eun (BaekHyun – Exo Next Door), foi com certeza uma das coisas mais fofas do drama. Era imaturo e parecia mais uma criança dentro do corpo de um adulto. Depois de apanhar da Hae Soo, ele começa a gostar dela, mas como era de se esperar, Hae Soo só o via com um irmão mais novo. No começo não gostei muito da atuação do BaekHyun, pois me pareceu um pouco forçada, mas logo depois de um tempo ele conseguiu mudar a minha opinião e me senti conquistada pelo seu personagem.

 

O 13° Príncipe Baek-Ah ( Nam Joo Hyuk – School 2015), dos irmãos ele é um dos mais próximos ao Wang So e a Hae Soo. Tranquilo, pouco lhe importava se tornar rei algum dia, além disso gostava das artes, seja desenho seja música. Como havia dito, foi um personagem bem pacífico, mas nem por isso passou despercebido na trama, pelo contrário, sempre foi leal ao Wang So e também não podemos esquecer que ele era companheiro de bebedeira da Hae Soo.

 

O 14° Príncipe Wang Jung ( Ji Soo – Cheer Up), também é irmão da mesma mãe de Wang So, mas digamos que ele não foi corrompido pela vilã. Claro que ela o tratava com o mais novo e por isso o mimava um pouco, no entanto, como não era o alvo para se tornar rei, a pressão do trono nunca o afetou. Além de ser bom em artes marciais, era melhor amigo de Wang Eun, a amizade do dois era  divertida.

Obs: Tem mais dois príncipes, mas não ganharam tanto destaque na trama

As Megeras da Vez, como não quero deixar o post muito grande e ainda tem muita coisa que quero escrever, resolvi falar das megeras juntas. A primeira é Yeon Hwa ( Han Na – Miss Coreia) princesa irmã da mesma mãe do 8° Príncipe, ela foi uma verdadeira cobrinha, mas tenho que admitir, ela tinha ambição e corria atrás, mesmo assim, tive muita vontade de dar na cara dela. Outra que mais odiei foi a 3° Rainha de Taejo ( Park Ji Young – Jealousy Incarnate), não consigo entender como uma mãe pode fazer tal coisa com o próprio filho, Wang So, só queria um pouco de carinho materno, poxa ele também saiu de ti, como se não fosse o bastante ela ainda coloca todo o peso de suas ambições no ombro do 3° Príncipe.
 
Romance
 

 

 

Wang So + Hae Soo
 
O romance entre esses dois rendeu muitas cenas fofas, mas como havia dito antes, achei que faltou eles capricharem mais em relação a como eles começaram a se apaixonar, certo que mostrou como o Wang So se apaixonou por ela, mas não como ela correspondeu (Se eu estiver equivocada, ~sorry). A relação do dois passou por altos e baixos, teve algumas partes que tudo estava um amorzinho da mesma forma que teve aquela fase sofrida. O casal também teve muita química e dava para sentir sinceridade no amor que um sentia pelo outro.
 

 

 

Wang Wook + Hae Soo

Podem atirar pedras, mas tenho que confessar que no começo do dorama estava shippando muito esse dois. Como havia dito achei que o romance do dois foi melhor desenvolvido no começo que o outro, não que eu esteja no lado do 8° Príncipe, pelo contrário achei ele um covardão que merecia ficar no escanteio. Porém gente não posso negar que eles dois tiveram boas cenas juntos, principalmente a da neve. (Foi uma das cenas que mais gostei)

 

 

 

Wang Eun + Park Soon-duk
 
Wang Eun foi obrigado a casar com a filha de um general, ele não ficou nem um pouco feliz com sua esposa, pois ela  não era nem um pouco feminina (Como se isso importasse). Já Park Soon-duk( Z.Hera – Moorin School) sempre gostou de Wang Eun e para ela o casamento foi um sonho realizado, mesmo que o seu marido não a trate tão bem. Sabe fiquei com pena da Park Soon-duk, pois ela amava mesmo do 10° Príncipe, mas convenhamos que ele era um pouco imaturo e não percebia. Spoiler: Na ultima noite que os dois passaram juntos, antes daquele acontecimento, comecei a gostar do casal, pois parecia que os dois finalmente estavam se entendendo, mas…
 

 

Baek Ah + Woo Hee

 
Woo Hee cresceu com raiva do rei e foi designada a mata-lo em meio a uma apresentação de dança com espadas. Enquanto treinava conheceu Baek Ah que se passou por um músico, logo ele a ajudou a treinar, sem imaginar que aquilo era para matar o seu pai. Enfim, esse casal pode não ter tido aquele romance de contos de fadas, mas a química do dois estava perfeita e sim o casal consegue nos conquistar.
Conclusão
 
Moon Lovers Scarlet Heart Ryeo possui um bom roteiro que está recheado de ação, romance, brigas politicas e principalmente drama. Os personagens foram bem conduzidos pelo elenco que demonstrou um show de atuação, já que eles conseguiam passar sinceridade em meio as cenas. No entanto, não recomendo este Drama para pessoas que procuram uma coisa leve e com um final “Felizes para sempre”, pois ele não segue essa linha, existem várias cenas fortes e no desenvolvimento da trama, principalmente no final, tem uma alta carga dramática. Enfim, o recomendo para pessoas que como eu, amam dramas históricos e querem ver algo mais maduro, além de não se importar de derramar algumas lagrimas (Tenho dificuldade de chorar e chorei). Um passarinho me contou que haveria um filme como continuação e estou me agarrando a essa esperança, pois espero que pelo menos no filme tenha um final que todos nos queremos.
 
Onde encontrar
 
Dramafever (Premium)
Kingdom Fansub (Precisa de Cadastro)
 
 
 

Chegamos ao fim do primeiro post do blog, espero que tenham gostado. Comentem o que acharam

 
 
 
 
 
 
1101112
%d blogueiros gostam disto: